Hidratação

No verão é essencial intensificar a hidratação de seu pet. Mantenha a água destinada a ele sempre fresca e espalhe mais vasilhas pela casa. Sempre que possível coloque algumas pedras de gelo para ajudar a refrescar. Para os gatos que, naturalmente, costumam beber menos água, incentive o consumo com uma fonte especial, uma vez que eles adoram água corrente, e complemente a alimentação com ração úmida.

Cuidado com os braquicefálicos

Nos dias mais quentes os animais braquicefálicos – de focinho curto – merecem atenção especial. Devido às suas características anatômicas, eles não trocam de ar com o ambiente de forma eficiente e ficam ofegantes facilmente, principalmente quando expostos a altas temperaturas. Por isso redobre a atenção com os cães das raças como: Buldogue Francês, Pug, Boston Terrier, Pequinês, Boxer, Buldogue Inglês, Shih Tzu e Lhasa Apso; e os gatos: Persa, Burmês e Exótico.

Passeios de carro

Devido às altas temperaturas, os passeios de carro devem ter atenção redobrada nesta época do ano. Um veículo fechado pode chegar a altas temperaturas e causar hipertermia (aumento da temperatura corporal) no pet, podendo ocasionar, em casos mais graves, desmaios e até mesmo parada cardíaca. Por isso, quando seu melhor amigo estiver no carro com você, ande sempre com o ar condicionado ligado ou deixe as janelas abertas, e nunca o deixe sozinho no veículo, mesmo que por pouco tempo.

Passeios

Adeque a rotina de passeios do seu pet nos dias quentes e ao horário de verão. Realize-os sempre antes das 10h ou após às 16h, quando o sol está menos intenso. Além de evitar desconforto ao animal, esse cuidado evita queimaduras no coxim – as almofadinhas das patinhas. Lembre-se de levar, sempre, uma garrafinha de água para hidratá-lo quando necessário. Existem eletrolíticos específicos para pets. Clique aqui e saiba mais.

Ambiente aconchegante

Sombra e água fresca são importantes em qualquer época do ano, mas principalmente no verão. Lembre-se que seu pet precisa de locais de descanso que sejam bem ventilados e cobertos. Por isso, se seu melhor amigo costuma ficar no quintal, certifique-se que haja locais com sombra para ele descansar. No caso daqueles que vivem dentro de casa ou apartamentos, mantenha as janelas abertas e o ambiente ventilado.

Preguiça ou mais cansado?

Não se assuste caso notar seu pet mais cansado ou preguiçoso. Assim como nós, dias muito quentes podem causar desconforto a eles. Para aliviar este desconforto, além de todas os cuidados com o ambiente e hidratação que já falamos, a tosa pode ser uma opção. Mantenha o pelo sempre baixinho e capriche na tosa da região da barriga. Os banhos semanais também são importantes aliados e devem ser feitos com xampus específicos. Clique aqui e confira algumas opções de xampus. Caso essa indisposição perdurar por muitos dias e ele não se mostrar animado em nenhum momento, procure um Médico Veterinário.

Dia Mundial dos Gatos